quarta-feira, 16 de abril de 2008

Vende-se beijo!

Preste atenção numa coisa. Vá a um show de axé em qualquer lugar do país, e isso inclui os carnavais e micaretas. Beleza. Agora vá a um show de rock, e isso inclui os grandes festivais. Ótimo.
Inúmeras diferenças, hein!? Pois é, uma das grandes, e talvez a mais latente, é o ambiente de pegação. No show de rock não há isso. Como eu li em algum lugar que não lembro: “axé vende beijo na boca”. Incrível, pelo menos para alguma coisa aquela batucada toda serve. Alguém se imagina perdendo tempo atrás de mulher com o U2 tocando “Still Haven´t Found Waht I am Looking For” bem ali na sua frente? Nunca! Vi grandes show de rock e nunca perdi meu tempo indo atrás de qualquer rabo-de-saia. Já no axé... Ivete ta lá tocando e nego só quer saber de pegar mulé e beijar na boca ao som de “Abalou”.
Deve ser por isso que tem muito marmanjão rock n roll correndo atrás do mulheril, ops, do trio elétrico.

5 comentários:

Ombudsman disse...

É verdade. rsrsrsrs Não é nem só em show de Rock. Qualquer show, que não seja Axé, é desse jeito. Mas quando é Axé... parece que os hormônios ficam estourados com o som da batucada.

Paulo Bono disse...

é. no axé, o show é só mais um elemento. como tb é o próprio artista. o lance do axé é o tal do clima, do evento, é mais uma festa. com beijo, bebidas e fotos.

Mr. Mxyzptlk disse...

somos (éramos) dois marmanjões, então...

Ricardo Leony disse...

o rock vc não vÊ todo dia na sua cidade :P

aahaha o axé tem todo fim de semana e as melodias e letras levam a pegação descontrolada

ahahahah

un queso

João Paulo disse...

pelo menos o axe music serve pra alguma coisa