quinta-feira, 19 de junho de 2008

Transporte público


Existe uma grande lenda em Salvador de que o custo operacional do transporte público é alto. De fato, o grande número de meias-passagens e gratuidades (idosos, gestantes, deficientes, policiais em serviço e outras categorias profissionais) oneram bastante o setor. O próprio site do SETEPS diz que 37% dos passageiros usufruem de algum tipo de benefício.

Mas peraê. Se é tão difícil manter o transporte público em Salvador – como o sindicato das empresas propaga por ai, já que todo ano quer aumentar abusivamente o valor da passagem usando esse argumento -, porque existem tantas empresas de ônibus? Já parou para contar quantas empresas existem? Eu já.

E obviamente não consegui chegar a um consenso. Contando na rua, no dedo, eu cheguei ao incrível número de 8; isso numa parada na sinaleira do jornal A Tarde. Mas, para chegar a um número mais concreto, acessei o site Seu Transporte, da prefeitura. Lá estão cadastradas 18 empresas. Em Porto Alegre, por exemplo, existem apenas quatro. Situação mais absurda, se é para rirmos de alguém, é a de Belo Horizonte, que sustenta uma rede de inacreditáveis 50 empresas, enquanto São Paulo, de população 4x maior, tem 54. Recife, 16. Rio de Janeiro? 47. Mas ainda estamos mal, mesmo à frente de outras cidades. Deve ser um negócio extremamente lucrativo. Tá ai: se eu tivesse dinheiro eu investiria nisso. E num motel na região rio vermelho/barra/graça.

Ah, e não temos metrô. Mas nisso eu não investiria.

foto: trolebus (a tarde)

9 comentários:

Larissa Santiago disse...

véi... motel dá uma grana sim..
e perto de faculdade entãooO..
pode reparar perto da Ucsal, Unifacs... :P

Celine disse...

Sou mais vc investir em motel...retorno garantido.
¬¬

Bruno Porciuncula disse...

Rapaz,

O problema é que não pode ter motel nessas áreas. É mais fácil vc abrir um hotel e liberar pra galera passar 3, 4 horas lá dentro dando uma bimbada. Isso já tem muito aqui na Barra. Acho que no Rio Vermelho seria uma boa.

E sobre os transportes,

Os donos das empresas reclamam tanto, mas não largam o osso. Acho que o transporte público deveria ficar na mão da Prefeitura. Deveríamos tomar como exemplo a cidade de Curitiba, que tem o melhor transporte público do Brasil. Lá, as linhas têm toda uma classificação para ajudar o cidadão. Sem contar os pontos especiais (conhecidos como estações tubo).

abração!

Ricardo Leony disse...

esse texto poderia ser resumido em uma frase:

Bahia é terra de índio.

alvarêz dewïzqe disse...

Cara, Floripa é um ovo, e tem uma cacetada de empresas de ônibus.

Jeff McFly disse...

Motel é foda. quer dizer, fodas.. ah! Sei lá!

Vamo que vamo!

RAMON(ES) disse...

O pior é que o buzu aqui é caro e ruim. No Rio boa parte deles já tem pelo menos ar condicionado e é praticamente o mesmo preço.

Sunflower disse...

Amo Bowie!

Vou calçar meus sapatos vermelhos!!

avessodoavesso disse...

se precisar d um sócio...
i'm here!

>>