quinta-feira, 8 de maio de 2008

Árvore genealógica II

Dando seqüência a nossa árvore genealógica, vamos ao galho masculino.
Dorival Caymi – Pregador do cancioneiro popular. Cantou aos quatro ventos a vida, a malemolência e as maravilhas de ser pescador. E baiano também. DNA – Responsável pela nossa preguiça e só. Mais do que suficiente.


ACM – Político mais “importante” da história da Bahia. Levou seu coronelismo às últimas conseqüências e não poupou esforços para tal. DNA: Responsável pela nossa desonestidade e poder de enganar multidões.


Jorge Amado – Escritor de mão cheia e talento inigualável. Escreveu para o mundo sobre becos, vielas, lugarejos e os mais decrépitos seres da Bahia. Soube como poucos também traduzir o “ser baiano”. DNA: Responsável pela nossa criatividade.

4 comentários:

Paulo Bono disse...

cara, acho que você escolheu bem as figuras. masculinas e femininas.
Só não concordo com dona Canô? por que porra D. Canô tem que aparecer em alguma coisa????????????????

abraço

Rodrigo Carreiro disse...

Mas a idéia de ter D. Canô na lista é justamente essa, ou seja, demonstrar a nossa ignorância de acreditar em qualquer coisa e ao mesmo tempo também nossa capacidade de enganar os outros hehehe

Celine disse...

hahaha
Maravilhoso!!!
D. Canô vai virá santa...nome de rua, de cidade. ¬¬

torquatoneves1 disse...

dona canô vai virar nome de rua mesmo, só no brasil

muito bom os comentários e a matéria valeu.