sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Festival de Cinema em Salvador



Começa hoje em Salvador o 5° Festival de Cinema de Arte, que vai reunir mais de 50 filmes e 21 curtas de todo o mundo. Não se preocupe, porque vai rolar filme até dia 23 de outubro em sessões diárias. Confira aqui a programação. Eu já estou anotando pra não perder nada de interessante.

A dimensão que o evento tomou esse ano é grande e esse fiel blogueiro aqui vai estar presente em muitas sessões. Eu havia falado aqui, há algumas semanas, do crescimento do cinema feito na terra, por produtores, atores, técnicos e diretores daqui. Agora, esse tipo de festival só mostra o crescimento da cena da cidade.
E olha só os filmes que vão rolar:

Leonera
Sinedoque NY
Vicky Cristina Barcelona
Feliz Natal
Desejo e Perigo (o novo de Ang Lee)
Um Romance de Geração
Olho de Boi
Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei

Eu pretendo ir nesses todos, principalmente em “Sinedoque NY”, o primeiro longa de Kauffman na direção, além de ser o roteirista. Ele é, sem sombra de dúvidas, a mente mais brilhante e promissora do cinema mundial hoje. Vamos ver como se saiu na direção. Tem também Woody Allen que é sempre Woody Allen, embora seu último filme, O Sonho de Cassandra, tenha sido uma decepção. Verei também Feliz Natal, de Selton Melo (vai estar presente aqui em Salvador no dia), mais uma estréia como diretor, e “Leonera”, mais um filme do inquieto e workaholic Rodrigo Santoro (grande ator, apesar das derrapadas na condução da carreira).

Como eu sou um cara legal e pouco modesto, vou tentar colocar resenhas dos filmes por aqui. Só vou fazer isso porque sei que grande parte dos meus leitores fiéis são cinéfilos como eu e vão gostar das resenhas por aqui (eu acho). Vamos ver, por exemplo, se eu consigo transpor em palavras as cenas de “Sinedoque NY” ou as gags impagáveis de Allen.

P.S.: só uma recomendação, já que o assunto é a sétima arte. Leiam esse livro aqui, “O que é cinema?”, da série Primeiros Passos. Pode parecer besta a princípio, mas é um livro revelador. Você lê numa sentada e é impactante. Eu li hoje e recomendo imensamente.

11 comentários:

Marcio Melo disse...

Não vou perder tb.

Quem diria que a terrinha de ninguém está até avançada demais hehehe

RAMON(ES) disse...

A gente deve se bater então na sessão única de "Synedoche New York".
eheheheheh

Sunflower disse...

Sou parida por cinema, vc sabe. Experiência estéticas em geral.
Fiz uma cadeira na faculdade chamada "Estética e Linguagem".

No primeiro dia de aula, o professor sentou e perguntou "O que é arte?" eu não soube responder.

Tentei, disse que arte era uma coisa sagrada, que nem religião e mitologia. Ele disse que eu estava errada, e tentou explicar durante o semestre.

Tentou. Com Kant que falava do Belo e o Sublime. Com os gregos que falavam sobre Apolo e Dionísio. Com Rudolf Otto, que falava do sentimento de criatura e como sentiamos saudades do divino e procuravamos construir colunas (torres de babel pessoais) para voltar para lá.

E eu falei no final do semestre que era o que eu tinha dito no primeiro dia de aula. Arte, religião, mitologia = criação e criatura. Sentimento de arrebatamento todas essas coisas.

Ele não gostou de mim, disse que eu contestava muito.

Ainda não sei definir com certeza o que é arte.

Bom, moço, assista Tiros na Brodway.

Com esse festival de cinema, veja com o Bono, ele é capaz de ir.

Na maioria das vezes, eu tô nem aí pro Woody Allen, mas, JÁ estaria lá no filme do Kauffman.

beijas

l disse...

Pô, cara. É uma excelente dica mesmo. Acho que vou fazer um post amanhã sobre o assunto e vou tentar ir em alguma sessão também.
Abração!

Leonardo Araujo disse...

o L do outro comentário sou eu, Leonardo Araujo. Foi mal

Rodrigo Carreiro disse...

Sun, vcoê já leu um texto de Wilde sobre arte/beleza/estética? Tem no prefácio de "O Retrato de Dorian Gray", pelo menos na edição Martin Claret. É sensacional.

Sunflower disse...

Já, aliás, é a única parte daquele livro que presta.

Vim aqui para suplicar que você escreva algo perverso e imundo. O Bono não está palitando e o Alvarez está consertando o nome dele.

Me sinto vazia.

beijas

Celine disse...

Valeu pela dica, Rodrigo. Vou te procurar por lá.
beijos

Garota no hall disse...

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa na próxima sexta, dia 17. Mas acho que não vou ver tantos filmes quanto gostaria, ingresso aqui é muito caro - mas dá para pegar umas sessões gratuitas no Centro Cultural. Ah, ainda não divulgaram a programação oficial :-/

Larissa Santiago disse...

nem sabia brotherr...
vô dar uma conferidaa
boa dica meu rapaz!
;)

Carlota disse...

Pena que não estarei em Salvador e que a mostra de cinema daqui de SP só acontece em Novembro, se não me engano...
Um Romance de Geração já tem história na blogosfera! Eu quero muito assisti-lo :)
E a propósito...conheci aqui, na exposição de um amigo fotógrafo, o filho de Glauber Rocha. Ok, só porque o assunto do dia foi cinema. :D

Ah! Adicionei lá no Soteropaulistanas!

Beijos!