segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Carnaval 2009

“Pense num absurdo. Na Bahia tem precedente”. Essa frase, dita há cerca de 50 anos, é meio que um epíteto do nosso Estado. Afora minhas histórias doentias e sujas (acredite, em muitos casos é a pura realidade), os precedentes absurdos existem aos borbotões. E polêmicas também. Para 2009, a prefeitura de Salvador gerou discussões acaloradas até na escolha do tema do carnaval. Imagine só.

Aliás, escolha essa completamente sem importância para a engrenagem da festa, que provavelmente ninguém mais iria se lembrar. Mas preste atenção no quadro. Todo ano a prefeitura escolhe um tema para ser homenageado, o que na prática só serve para pautar a decoração da cidade e uma ou outra matéria nos jornais. No mais, ninguém sabe quem é o homenageado.

Pois esse ano a prefeitura queria reverenciar Dorival Caymmi, mas decidiu tudo sem consultar a família do velho Dori. Depois de tudo anunciado, a imprensa foi repercutir com os filhos e... Epa! Ninguém sabia. A discussão então volta à pauta da organização da festa, que começa a pensar em homenagear Carmen Miranda, que, por sua vez, não teve a imagem liberada pela sobrinha. Numa semana, o impasse e a sucessão de informações desencontradas estavam instalados na cidade.

Um assunto irrelevante passou, então, a ter uma repercussão muito maior do que deveria. A incapacidade de resolver um problema simples e pouco importante só nos leva a crer que outras questões muito mais relevantes terão o mesmo caminho: a confusão. Quer dizer, todos já sabemos disso, mas esse seria um tema para outro post.

Por outro lado, se é para homenagear uma figura pública, proeminente e importante culturalmente, porque há a necessidade de uma autorização meramente burocrática? Ganância familiar? Muito melhor então foi a, enfim, escolha da prefeitura: homenagear os afoxés e os 60 anos do bloco afro Os Filhos de Gandy.

7 comentários:

Marcio Melo disse...

Poizeh Rodrigo, realmente absurdo.

Sem contar que ano passado o tema foi capoeira e se perguntar pra quem esteve no carnaval daqui acho que nem 5% das pessoas sabiam que o tema era capoeira.

Até para um negocio irrelevante como o 'tema' do carnaval eles fazem essa confusão toda, sem contar o 'jogo de vaidades' dos prováveis homenageados

Garota no hall disse...

Não sabia que dava essa trabalheira toda para aprovar um tema de Carnaval municipal, e ainda a burocracia da família para liberar imagens. Logo vão cobrar royalties.

sandro caldas disse...

Pois é, Rodrigão, o que mais interessa do carnaval não é mostrado.
Ao meu ver, podia ser uma festa muito melhor.
Abraços!

jojobex disse...

Acredito que essa história toda de tema é só um chamariz para a venda de cotas do carnaval. Só na entrega da chave que eles fazem alguma alusão ao tema.

RAMON(ES) disse...

Realmente, quem se importa com o tema?

Gaby Lacerda disse...

Rodri,
Encontrei seu blog e adorei !!! Vou passar sempre por aqui. O meu continua naquele mesmo estilo auto ajuda de sempre... hahahahaha Lembra?? Beeeijos e tudo de bom! Temos que marcar nosso encontro.

Celine disse...

Devia ter sido a primeira opção.

O tema que eu nao esqueço é o tema do aniversário da cidade 450 anos e Brasill 500 anos...

rsrsr

"minha cidade é linda demaaais, aonde eu vou a cidade vaaai..."

:p
beijos